Minor Thing – Red Hot Chilli Peppers (04/30)

Red Hot Chilli Peppers… Essa banda sempre esteve presente em minha vida, peguei a fase “Californication” e “By the Way” inteira, na época do Disk MTV vocês lembram? Eu sempre assistia o top 10, toda tarde, após fazer as lições de casa (ou não hahaha). Red Hot sempre estava no topo! Esse post não seria um momento em si, mas uma grande parte da minha vida, até hoje. Esses dias eu pintei a casa onde moro hoje ouvindo as músicas novas deles rs (as músicas que na teoria estarão no album de 2015).

Posso afirmar que um album que me marcou foi o By the Way. Meu irmão tinha comprado o Cd (em 2002) e ouvíamos direto, durante muitos anos. Nesse ano eu estava concluindo o colegial, estudando pras provas e eu vivia colocando os CDs do meu irmão pra ouvir. Naquela época eu morava com meus pais, e meu pai inventou de colocar umas caixas potentes no nosso quarto, olha a minha alegria? Quando eu estava sozinho, ligava o sonzão no último e ficava ali curtindo, cantando e até arriscando uns passinhos desengonçados. Quem nunca?

Passaram alguns anos, e eu estava fazendo estágio pela manhã numa agência que fazia molde de brinquedos, tinha a tarde livre e de noite fazia faculdade. Nesse período, um primo mais velho ficou em casa com a nossa família e os dois desocupados pela tarde arranjávamos um monte de programa de indio pra fazer. Estavamos viciados em Lost (vendo a segunda temporada no AXN), íamos ao Parque Ibirapuera fazer uma corrida no final da tarde e passeávemos no shopping (programa de paulista rs), nesse ano, em 2006, o Red Hot tinha lançado o album Stadium Arcadium e dissecamos esse novo trabalho, sempre colocávamos no player. Era um album duplo, tinha muita música, e meu primo, assim como eu, ouvia tudo no repeat, principalmente aquela faixa que gostávamos mais. Mas By the Way foi o que me marcou mais, eu cansei de ouvir as músicas mais famosas/singles, gostava mais de ouvir as que não viraram single e nem clipe. Minor Thing era uma das que eu mais ouvia, com a introdução bem característica, com essa batidinha, um clima meio pesado e sossegado (bela mistura!)

Comprei o último CD deles (I’m With You), com um descontinho básico da Fnac, sem mesmo antes de ouvir uma música. Tá, ok, eu tinha visto o clipe de “The Adventures of Rain Dance Maggie“, na primeira ouvida já foi o impulso necessário para voltar toda a adoração pela banda, afinal faziam 5 anos sem album novo. E peraí? Fiquei mó contente em comprar um CD? É tão raro acontecer, todo mundo ouve uma mp3, ou ouve as músicas no  hoje em dia, não? Todo mundo tem seu mp3, ipod, iphone, mas eu gosto tanto de pegar o CD na mão, ver a arte, ler as lyrics, é um transporte pro mundo da música… Não conhece? Tô tentando te levar pra lá, hein, cuidado rs

Sem bricadeiras, queria ter mais essa surpresa de colocar o CD (o album como um todo) e ouvir tudo pela primeira vez, “degustando” cada música, lendo as letras… No caso da pessoa que vos escreve, imagino o clipe, cada riff, como seria o solo de guitarra… Minor Thing é legal por isso, não tem nada imagético que possa estragar a fantasia que criei pra ela. Não vou contar com apresentação ao vivo, mas sim, com a imaginação mesmo. Tem gente que fala que caracterizar os personagens de seu livro favorito no cinema é broxante, quem sabe o mesmo não se aplica aqui?

E Red Hot, por que tão caro seus shows aqui no Brasil eu? Idolatro tanto vocês, mas nunca consegui ir em nenhum live. Só fiquei ali na pipoquinha, na minha cama vendo vocês no Rock in Rio, vendo pelo Multishow ahahaha

I Change the key from C to D
You see to me it’s just a minor thing
He knows everything
To readjust you’ve got to trust
That all the fuss is just a minor thing
He knows everything

It’s just a minor thing
And I’m a minor king
He knows everything

You’ve got your bit part, Mozart
Hot dart acceleration
Pop art, pistol chasin’
Cat fight intimidation

To read a mind you’ve got to
Redefine the line to make your circle sing
He knows everything
You make a sound
The spell is bound to come around
It’s just a minor thing

He knows everything
It’s just a minor thing
And I’m a minor king
He knows everything

You’ve got your bit part, Mozart
Hot dart acceleration
Pop art, pistol chasin’
Cat fight intimidation

All out interfacing
Black star motivation
Vampire sugar junkie
Data basin’ infiltration

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.