You Spin Me Round (Like a Record) – Dead or Alive (29/30)

“1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer”, do jornalista Robert Dimery. Do rock ao pop, são apresentados os melhores álbuns dos últimos 50 anos. A seleção foi feita em 2006 por 90 jornalistas e críticos e abrange a história da música de 1955 a 2005, de Frank Sinatra a Arcade Fire. Artistas brasileiros como Tom Jobim, Caetano Veloso, Mutantes, Chico Buarque, Elis Regina, Jorge Ben Jor e Sepultura também estão presentes. Eu comprei esse livro pra servir de guia musical uma época. Olhei, degustei, li e ouvi esse livro. Ouvi vários CD’s ali contidos e pra esse post gostaria de falar de dois em específico, Dare (The Human League) e Shout (Devo), ambos dos anos 80.

Ouvi muito esses dois albums no período de conclusão da Pós-Gradução do curso de Design Gráfico pelo Senac/SP, em 2010. O meu objeto de estudo era a criação de um livro sobre os brinquedos dos anos 80, lançados no Brasil. Escolhi dez brinquedos (Playmobil, Genius, Atari, Aquaplay, Aquamóvel, Ferrorama, He-Man, Comandos em Ação e Super Powers) e para entrar no clima me aprofundei nas músicas da época também. Alias não escolhi as bandas nacionais, pois não sou muito fã (vocês devem ter percebido com esse Top 30, na qual tem só uma banda brasileira rs). Enfim, bandas como New Order, Dead or Alive, a-ha, Cindy Lauper contribuiram para a criação do conceito oitentista.

Mergulhei nos filmes da época também, algo muito prazeroso para mim, que adora esses filmes temáticos. Pretty in Pink, The Breakfast Club (quase todos os do John Hughes), The Goonies, Sixteen Candles, tudo serviu de contexto para a crição do livro. É muito surreal essas coisas, entrar no mundo do passado pra absorver ao máximo seus detalhes e características, eu adorei! Consegui entregar o projeto de conclusão de curso, foi bem legal, foi sofrido na parte escrita, pois quis deixar o mais perfeito possível. Eu subi o link aqui, nesse site chamado ISSUU, dá pra folhear o pdf da arte que criei. Já quero fazer o livro dos anos 90 hehe Já que peguei um pouco dessa fase, curti um pouco os brinquedos dessa época.

Aquelas duas bandas que citei anteriormente, foram essenciais. Eu sei que são super lado B, super desconhecidas, mas eu gosto assim, prefiro as excluídas (não me pergunte o por que). The Human League é uma banda britânica New Wave/Synthpop formada no final da década de 1970 (1977), tendo atingido grande popularidade na década de 1980 e regressado depois em meados dos anos 90. Originalmente um grupo pós-punk de sintetizadores de Sheffield, Inglaterra, a sua composição tem-se alterado ao longo dos anos, sendo que o único membro original ainda na banda é o vocalista e compositor Philip Oakey. Em seu repertório, destacam-se “Human” e o hit dos anos 80 e one-hit wonder: “Don’t You Want Me”.





Devo é um grupo americano de rock formado em Akron, Ohio em 1974, fazendo um sucesso estrondoso nos anos 80 com a explosão do new wave. A canção “Whip It” de 1980 sobre o governo de Jimmy Carter teve seu tema confundido com masturbação e por esse motivo atingiu considerável sucesso nas paradas americanas. A banda mais tarde reganhou parte de sua fama inicial ao ter a música Turnaround regravada pelo Nirvana. Seu estilo foi classificado como punk rock, pós-punk ou art rock, mas são geralmente classificados como new wave ou synth pop. A música e o estilo do grupo tematiza a ficção científica kitsch, com toques de humor surrealista, via instrumentação minimalista e sintética. O som da banda influenciou tanto o new wave da época quanto os grupos de rock alternativo de hoje, além de vídeo clipes memoráveis. Acho um barato o estilo deles, eles são bem toscos, mas apostam nisso, acho curioso…

Apesar de ter adorado e devorado essas duas bandas, escolhi uma outra pra representar esta fase oitenteira, a Dead or Alive, uma banda de new wave de Liverpool, Inglaterra. O grupo teve auge na década de 1980, lançou onze álbuns e tornou-se popular em diversos países da Europa e no Japão. No Brasil, no início da década de 1990 ficou famosa com o single Come Home With Me Baby, com destaque em casas noturnas, rádios e principalmente na MTV Brasil, chegando a ser um dos vídeos mais pedidos na emissora. Pete Burns, o andrógino vocalista, conhecido pelos seus exóticos penteados e vestuários, virou mulher após conturbados e polêmicos anos, atualmente conhecido como Amanda Lepore.

Trago a música You Spin Me Round (Like a Record), que conheci no antigo reality show Changing Rooms, que era exibido na TV paga people+arts. eu não perdia um episódio! Changing Rooms (Ou Minha Casa Sua Casa, como era conhecido no Brasil), funcionava da seguinte maneira: um casal concordava em trocar de residência, por um certo período, com amigos ou vizinhos, e cada par deveria, sob a supervisão de uma equipe de designers do programa, reformar (para melhor) uma peça da casa do outro. No final, cada par iria se encontrar nos novos ambientes criados e, dependendo do resultado, continuariam a amizade ou não. Em alguns episódios, pôde-se assistir a choros ou chiliques dos participantes. Eu gostava de ver o quanto o cômodo ficava alterado, não dava nem pra reconhecer. Em 2003, com a substituição da apresentadora Carol Smillie pelo polêmico Laurence Llewelyn-Bowen, o programa ficou mais dinâmico, mais educativo “saiba como fazer tal coisa”. E num desses últimos programas sempre tocavam hits dos anos 80, Dead or Alive era um deles.

Yeah, I, I got to know your name
Well, and I, could trace your private number baby
All I know is that to me
You look like you’re lots of fun
Open up your lovin’ arms
I want some

Well, I… I set my sights on you
(and no one else will do)
And I, I’ve got to have my way now, baby
All I know is that to me
You look like you’re havin’ fun
Open up your lovin’ arms
Watch out, here I come

You spin me right round, baby
Right round like a record, baby
Right round round round
You spin me right round, baby
Right round like a record, baby
Right round round round

I, I got be your friend now, baby
And I would like to move in
Just a little bit closer
(little bit closer)

All I know is that to me
You look like you’re lots of fun
Open up your lovin’ arms
Watch out, here I come

You spin me right round, baby
right round like a record, baby
Right round round round
You spin me right round, baby
Right round like a record, baby
Right round round round

I want your love
I want your love
All I know is that to me
You look like you’re lots of fun
Open up your lovin’ arms
Watch out, here I come

You spin me right round, baby
right round like a record, baby
Right round round round
You spin me right round, baby
Right round like a record, baby
Right round round round
You spin me right round, baby
right round like a record, baby
Right round round round
( I want your love)
You spin me right round, baby
Right round like a record, baby
Right round round round
(I Want your love
I need your love)

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.