#11 Imitation (LUNA SEA)

LUNA SEA é uma popular banda japonesa de Visual Kei, formada em 1989 por Ryuichi Kawamura, Yasuhiro “Sugizo” Sugihara, Shinobu “Inoran” Inoue, Jun “J” Onose e Shinya Yamada. A formação da banda permaneceu a mesma até o término da banda em 2000. Misturando gótico, metal, punk, ska e outras sonoridades, O LUNA SEA foi uma importante banda dos anos 1990 e é até hoje considerada uma lenda da música japonesa. Suas músicas trafegavam entre velozes canções e belíssimas baladas.Por sua mistura de sons, a banda sempre pareceu reinventar-se a cada novo album, dando um charme todo especial ao seu trabalho.
A primeira aparição da banda com sua formação definitiva, ainda sob o nome “LUNACY”, aconteceu no Machida Play House em Kanagawa, quando tocaram para 15 pessoas, com Ryuichi nos vocais, Sugizo na guitarra e violino, Inoran na guitarra base, J no baixo e Shinya na bateria.

Descobertos por Hideto Matsumoto (então guitarrista do X JAPAN), o LUNA SEA assinou com a gravadora independente Extasy Records, do co-fundador do X JAPAN, Yoshiki Hayashi, lançando assim seu debute auto-intitulado em 1991.
No começo, apostando no visual kei, a banda aproveitou a gama de outros grupos seguindo o mesmo estilo, e, pela qualidade indiscutível de suas canções, o LUNA SEA tornou-se major em pouco tempo. Ao longo dos anos, o visual da banda foi-se tornando mais casual e sua música adquiriu um apelo popular maior, não deixando, porém, de ter um clima sofisticado. Com o álbum SHINE (1998) a banda mudou um pouco seu estilo, tornando-se mais melódico, contudo mais ríspido nos riffs de guitarra, mas deixando um pouco de lado a velocidade e o estilo dos álbuns anteriores.
Em 1999, o grupo realizou um show em comemoração de seu 10º aniversário, o “Never Sold Out Capacity ∞”, reunindo 100.000 expectadores em uma única apresentação.
Em 2000 a banda separou-se. A despedida dos fãs ocorreu com dois shows em dezembro no Tokyo Dome. Desde então, os membros da banda vêm trabalhando em suas carreiras solo (Ryuichi, J, Sugizo, Inoran), novas bandas (Inoran com o Fake?) e colaborações com outros músicos (Sugizo com The Flare). Shinya chegou a trabalhar solo, mas deixou a indústria musical após casar-se com Aya Ishiguro, do grupo de j-pop Morning Musume. Recentemente, Inoran deixou o Fake? e reuniu-se com Ryuichi para formar o Tourbillon em 2005. Em 2007, Sugizo, juntamente com Yoshiki (X JAPAN), Gackt e Miyavi, debutou com o S.K.I.N. em 29 de julho com um show para cerc de cinco mil pessoas em Long Beach, Califórnia, EUA, e está como guitarrista suporte na reunião do X JAPAN.
O LUNA SEA, com sete álbuns de estúdio, ainda é lembrado e querido por fãs do Japão, Ásia e até do Ocidente como uma das mais importantes bandas de rock de todos os tempos.

Em 2010, eles realizaram uma conferencia de imprensa em Hong Kong que foi transmitida para todo o mundo através da internet, nela divulgaram o tão esperado retorno e uma turnê internacional com datas na Alemanha, Estados Unidos, Taiwan, Hong Kong e Japão no gigante estádio TOKYO DOME.
Em resposta ao Sismo e tsunami de Tohoku de 2011 que ocorreu em 11 de março no Japão, o Luna Sea anunciou que iria lançar sua primeira canção nova em 10 anos. “Promise” foi lançado em 9 de abril, exclusivamente nos sites da Amazon como download digital, com todos os valores arrecadados doados à Cruz Vermelha japonesa para ajudar as vítimas.

Em 04 de dezembro de 2010, o concerto em Los Angeles foi filmado em 3D, e foi lançado como um álbum ao vivo e em vídeo. Ambos intitulado “Luna Sea 3D in Los Angeles”, o álbum foi lançado em 01 de junho de 2011, enquanto que o vídeo foi exibido nos cinemas em todo o Japão a partir de 04 de junho. A banda transmitiu uma entrevista ao vivo, na premier do filme no Toho Cinemas Roppongi Hills, através de Ustream.tv em 29 de maio. Lá, eles anunciaram um concerto beneficente intitulado “Luna Sea for Japan “A Promise to the Brave”” no Saitama Super Arena, com capacidade de 30 mil pessoas, em 22 de outubro. O concerto foi transmitido ao vivo pela WOWOW, e todas as receitas do evento foram para a Cruz Vermelha Japonesa para as vítimas do Sismo e tsunami de Tohoku de 2011 . Os ingressos para o show foram postos à venda em 14 de agosto, todos os ingressos foram vendidos em cinco minutos.
Para esse post, escolho a música IMITATION do album IMAGE de 1992. Gosto dessa fase, mais clássica, bateria mais “crua”. teve uma época que eu ouvia muito LUNA SEA, estava sempre presente no meio cotidiano, gosto muito ainda!

Imitation (Imitação) 
Mesmo sem saber quem eu sou, 
eu uso mil máscaras
Sentindo a mão do destino, 
nós derrubar juntos SÓ AGORA
 
Enquanto nós abraçamos perto, 
sussurrando como um par de anjos
As feridas do meu coração profundo 
tingido carmesim expandir
 
Seus olhos são como o vidro e refletir nada
Incapaz de me ver na frente de você, 
nem mesmo capaz de sonhar
 
Em um mundo se encontra, 
nós dois estamos tristes, 
impura, 
na dor
Trancado junto com você
Um amor que é apenas fingimento vai derreter
 
Neste mundo de mentiras, 
eu quero saber o que é amar você
E para você, trancado
Vamos morrer juntos com este vendavais amor
 
“Eu vou afundar em águas profundas do mar
nome do amor.“

Em 2013, lançaram o album A WILL, com a formação original da banda. Confesso que não gostei muito desse album, não senti o ar clássico que eu esperava dessa banda, não me cativou… Tá gostei só da faixa ROUGE, achei a bateria muito boa, mas está em “audição” ainda, quem sabe se eu ouvir mais vezes… hehe

Outras músicas preferidas:
• GENESIS OF MIND
• Mechanical Dance
• Gravity

 

 

 

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.