#18 RED SOIL (DIR EN GREY)

DIR EN GREY (ディルアングレイ) é uma banda japonesa de metal formada em 1997 na região de Osaka, após o fim da banda La:Sadie’s. Originalmente uma banda de visual kei, a banda se desvinculou dessa cena desde cerca de 2005, quando lançaram seu quinto álbum, “Withering to death.”. Seu estilo musical é difícil de determinar: ao longo do tempo a banda tem apresentado uma diversidade enorme de estilos em seus lançamentos e canções que vão do pop ao death metal mas sempre com um toque de originalidade que é marca registrada da banda. Hoje em dia, o seu estilo pode ser considerado, de forma geral, uma nuance de metal ou, mais especificamente, metal progressivo e/ou metal alternativo.

Vocal: Kyo
Guitarra: Kaoru
Guitarra: Die
Baixo: Toshiya
Bateria: Shinya

A história da banda começa após o término da banda La:Sadie’s. KISAKI, o baixista da antiga banda, se separou de Kyo, Shinya, Kaoru e Die, que chamaram o baixista Toshiya para formar a então nova banda, Dir en grey. O nome da banda é uma junção de Dir (“para você” em alemão), en (“em” em francês) e grey (“cinza” em inglês), então a tradução literal ficaria “Para você em cinza” mas Kaoru, líder da banda, nunca revelou a origem nem o significado do nome. A pronúncia correta seria algo como “dir an grei”, mas os japoneses pronunciam “diru an gurei”. Os fãs de línguas latinas usam abreviações como “Deg” ou “diru”.

Em julho de 1997 lançam seu primeiro mini-álbum, MISSA. O single Jealous lançado em 10 de maio de 1998 alcançou o top 10 da Oricon. Outro single que alcançou o top 10 da Oricon foi -I’ll- lançado em 12 de agosto de 1998 alcançou a sétima posição do raking da Oricon.

Embora eles não sejam mais uma banda de visual kei, continuam com lançamentos que surpreendem. Ao longo de sua história, já fizeram músicas agressivas como “OBSCURE” (Obscuro) e “Pink Killer” (Matador rosa), baladas de rock como “虫 -mushi-” (inseto) e “MACABRE ― 揚羽ノ羽ノ夢ハ蛹 ―” (MACABRE -ageha no hane no yume wa sanagi-), músicas pop como 予感 Yokan (Premonição), etc. A diversidade de músicas torna praticamente impossível categorizar a banda com precisão, na totalidade de sua obra.

Entretanto Kyo, sempre enfatiza em suas entrevistas a necessidade de passar sua tristeza e melancolia através de suas músicas, para o fã.

No meio do ano de 2005 a banda centralizou sua atenção para expansão do seu público da Ásia para o resto do mundo com turnês pela Europa, participando por exemplo do Rock Am Ring e o Rock im Park na Alemanha, lançamentos de álbuns pela gravadora alemã Gan-Shin. No mesmo ano de 2005 o Dir en Grey fez apresentações na capital francesa.

No ínicio de 2006 fez suas primeiras apresentações nos Estados Unidos com apresentações Nova Iorque e Los Angeles. Logo após suas apresentações no Estados Unidos Kyo teve um problema em suas cordas vocais passando um tempo hospitalizado, mas se recuperou a tempo para fazer turnê junto às bandas Korn, em uma turnê organizada pelo próprio Korn, chamada Korn Values Tour.

Em 2007 foi lançado álbum The Marrow of a Bone em 7 de fevereiro no Japão, 20 de fevereiro na Europa e 2 de março nos EUA alcançou a sétima posição nas paradas de sucesso da Oricon. Participaram também em shows na Dinamarca, Finlândia, Polônia, Suécia, Reino Unido, Holanda e Suíça. Na volta ao Japão ainda participaram duas noites de apresentações ao lado do Linkin Park.

No ano de 2008 foi lançado o álbum Uroboros no Japão e nos Estados Unidos logo seguida por uma turnê nos EUA e no Canadá. No dia 8 de novembro de 2009 o Dir en Grey fez sua primeira apresentação no Brasil no Maquinaria Festival em São Paulo. E em 2001 o DUM SPIRO SPERO





Red Soil (Solo Vermelho)
Pressionando o megafone contra a orelha aberta do apóstolo
Escuridão e onanistas estão em alta
Eu pressiono uma arma contra as têmporas dos espectadores agora
E meu rosto deixa escapar um sorriso toda vez
Poupando


É prostituição para as crianças que ouvem pela direita e soltam pela esquerda
Gêmeos e as sete cores do arco-íris
Não se pode evitar, a tristeza
Eu questiono tudo, porque oh porque?


A decepção docemente entrelaçando-se
É igual em qualquer lugar
O fluxo de sangue se mistura
Eu durmo profundamente
Eu entalho em meu coração os pecados
E eu vivo morrendo
As flores de cerejeira em meu pulso
Para as pessoas no lado perdedor
São essas lágrimas vazias?
Queime a misericórdia com o Hino Nacional e entenda a morte ao morrer
Justiça copulando no pasto
Que cores de pele juntam-se atras de conforto e comida?
A terra suga a vida fora e se torna solo vermelho
Um pedaço de papel e poder circula no ar
A ferida à mostra na cabeça de uma vaca
O deus todo poderoso castrado.


Agora no final desse ano de 2014, a banda lançará o novo album: ARCHE. Já estão caindo na rede trechos das músicas novas, parece incrível! DIR EN GREY entrou aqui no meu TOP 30 recentemente, com a música OBSCURE, então falei mais do mesmo, mas vale a pena… rs Recentemente descobri a banda solo do Kyo: sukekiyo, que segue uma linha obscura e etérea, vale a pena conferir!

Outras músicas favoritas (é difícil escolher):
• Gaika, Chinmoku Ga Nemuru Koro
• Hageshisa to, kono mune no naka de karamitsuita shakunetsu no yami
• embryo

 

 

 

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.