[COMICS] Gavião Arqueiro: Minha vida como uma arma

Trago um breve review do Gavião Arqueiro: Minha vida como uma arma, uma compilação das 5 primeiras historias de seu gibi solo lançado em 2012 nos Estados Unidos, publicado aqui no já retirado de linha Capitão America e Gavião Arqueiro e agora republicado em formato Graphic Novel, de capa dura pela Panini Comics.

Gavião Arqueiro Minha vida como uma arma 01

Confesso que sempre achei o Gavião Arqueiro um personagem um tanto quanto secundário. Desde a época em que lia as histórias dos Vingadores (desenhadas pelo George Pérez e roteiro de Kurt Busiek), o Gavião era sempre aquele cara que atirava antes e perguntava depois, meio esquentadinho, mas tinha pouca participação nas aventuras.

Na mesma época, lembro de um gibi clássico, era uma historia publicada no gibi do Capitão America, na qual eles trocavam de armas para combater uma organização criminosa circense (sim, do circo ahahahaha ah esses anos 80 <3). A capa daquele gibi era muito clássico, eu a teria enquadrada na minha sala por exemplo, tamanho gosto e amor (mas deve ser a nostalgia, as coisas funcionam assim para mim rs).

Gavião Arqueiro Minha vida como uma arma 06

Conforme foram passando os anos, ele ganhou mais destaque no Vingadores da Costa Oeste, liderando a equipe, naquele fuzuê que teve com o Visão sendo reconstruído, explorando o romance com a Harpia e seu passado com seu ex-treinador Espadachim. No mais, não me lembro de muita importância desse personagem em outras sagas.

Já na faculdade, não estava acompanhando mensalmente mais os Vingadores, mas soube que o Gavião tinha sido morto e voltou como ~Ronin~, até aí achei interessante, mas sou meio contra esses personagens que morrem e voltam à vida… Fiquei bem surpreso em saber que o Gavião estaria no filme dos Vingadores, mas acho que o Jeremy Renner um pouco velho para o papel, mas ficou aceitável.

Gavião Arqueiro Minha vida como uma arma 02

Passado o meu histórico para/com o personagem, falando do encadernado “Gavião Arqueiro: Minha vida como uma arma” sob os argumentos de Matt Fraction (The Immortal Iron Fist / Sex Criminals), dá uma humanizada no herói, mostrando que ele se importa com os animais (resgatando um cachorro de uma bizarra gang russa), como é a sua casa, sua relação com os vizinhos (achei bem legal essa parte, que ele se reúnem no ultimo andar para beber uma cerveja, fazer um churras e se conhecerem melhor). Enfim, um personagem que não costumamos ver em Vingadores. São traços como esse que sim, humanizam o personagem, e convenhamos, já precisávamos de uma história assim há um bom tempo.

Clint conta com a ajuda de Kate Bishop, a Gaviã Arqueiro, integrante dos Jovens Vingadores. Uma jovem forte, rica e que sabe o que quer. Achei bem legal ela se infiltrar no ninho dos inimigos e assumir o manto da “Madame Máscara” para ajudar o Clint. Conheço pouco dessa personagem, assim como o Gavião, vejo um lado mais humano dela, a tornando mais interessante. É curioso citar a última história deste encadernado. Mostra como Kate conseguiu o mesmo nome que o Gavião Arqueiro (quando este morreu, ela foi nomeada automaticamente, inclusive herdando um querido arco de Clint).

Gavião Arqueiro Minha vida como uma arma 04

David Aja é o ilustrador dessa história e o responsável por uma estética absurdamente linda! David também é designer, ele teve a preocupação de fazer um traço mais simples, contrastes fortes, quadros com poucas coisas acontecendo, mais linear. Achei o máximo ele explicando para que servia cada uma das pontas das flechas do Gavião em um esquema de infográfico, e conforme a cena de ação vai acontecendo, ele vai usando essas mesmas flechas e o leitor podia ir ali nos inforgráficos consultar o que aquela flecha seria capaz de fazer.

Além do belíssimo desenhista, vale mencionar o coloriste Matt Hollingsworth, que abusou de tons roxos nas páginas, realçando ainda mais a principal cor do Gavião Arqueiro. Um link bem amarrado, sutil, leve e que vale a leitura de cada página! Todo esse tratamento gráfico e a historia humanizadora do personagem, tornam um item obrigatório para qualquer marvete! Aguardo ansiosamente o restante de suas histórias, nesse estilo, encadernados!

Gavião Arqueiro Minha vida como uma arma 05

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.