[TEATRO] Música Perfeita para o Suicídio (Cemitério de Automóveis)

As reflexões do filósofo Emil Cioran são exploradas na peça “Música Perfeita para o Suicídio” no Teatro Cemitério dos Automóveis em São Paulo.

Nesta quinta-feira, 9 de Junho, conferi a peça “Música Perfeita para o Suicídio” da Cia dos Infames no Teatro Cemitério de Automóveis, em São Paulo. Criada a partir das reflexões do filósofo romeno Emil Cioran (1911-1995). Direção de Cristiano Burlan e interpretação de Henrique Zanoni, a peça mostra o jovem Cioran atormentado por pensamentos questionadores sobre morte, amor, arte, vida e lucidez.

É um espetáculo que aborda a capacidade de pensar em subjetividades e modos de vida. Durante uma noite de insônia, em um monólogo, Cioran confessa seus medos, sua relação com seus pais, o que quer da vida, o que o orientador lhe disse quando apresentou a tese de seu doutorado entre outras questões. Dá pra pirar junto, o personagem te leva para sua psique, suas loucuras serão suas também (por um momento, ufa). Os textos são muito bem elaborados, Zanoni interpreta de um jeito incrível, fazendo você se sentir o jovem Cioran. A trilha sonora de fundo complementa essa ambientação inquietante.

Musica_Perfeita_Para_o_Suicidio_5-Emil-Cioran

A angústia e a lucidez provocada pela insônia faz o personagem se colocar num ambiente perigoso e traiçoeiro. O palco é tomado por uma escuridão e um holofote de luz acompanha o personagem neste breu. Ora ele caminha para o final do palco, fazendo funcionar a vitrola antiga, ora ele vai para perto da platéia. Ou simplesmente ficava ali no canto, com sua guitarra, tocando ferozmente de acordo com seus pensamentos e desabafos sufocantes.

No telão, o ator Jean-Claude Bernardet faz uma participação especial interagindo com o personagem. O diretor Burlan ficou conhecido por ter dirigido o documentário “Mataram Meu Irmão” (2013), sobre o assassinato de seu irmão Rafael Burlan, lhe conferindo vários prêmios, inclusive o Sesc Melhores Filmes de Melhor Documentário de 2014 (eu estava lá, eu vi essa premiação! :D).

Após os espetáculos, às quinta-feiras, o Cemitério de Automóveis recebe o ciclo de debates “Emil Cioran e o Teatro”, promovendo o diálogo entre estudiosos dde filosofia e teatro com a platéia. Nesta quinta-feira tivemos “O Ator e a Lucidez” com Chico Carvalho e Flamarion Caldeira Ramos.

Esta peça fica em cartaz até o dia 30/06/2016, terças, quartas e quintas, sempre as 21h. Os ingressos podem ser adquiridos no Ingresse.  O Cemitério dos Automóveis fica na Rua Frei Caneca, 384 – Consolação. Um espaço bem fofo e aconchegante, achei muito bonito, volto com certeza! Confira o site oficial para mais informações! 😀Musica_Perfeita_Para_o_Suicidio_1-Emil-Cioran

Fotos de Charlene Rover

 

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.