[TEATRO] Os dois e aquele muro (Espaço dos Fofos)

Jonas e Lúcio se conhecem através da internet e se encontram pela primeira vez e juntos entram em um intenso jogo de sedução, disputa de poder e impulso entre a vida e a morte.

Conferi nesta Segunda-Feira dia 13 de Junho, a estreia da peça “Os Dois e Aquele Muro”, no Espaço dos Fofos, aqui em São Paulo. Com direção de Francisco Medeiros, dramaturgia de Ed Anderson, Luciano Gatti como Jonas e Plínio Soares como Lúcio.

Lúcio e Jonas são dois homens solitários que se conhecem pela internet (talvez um Chat Gay ou um desses aplicativos de sexo casual) e resolvem se encontrar pessoalmente em um Pub. Ao se verem, começam os diálogos sobre o que fizeram em suas vidas até o momento. Cada um com um histórico diferente, Lúcio é um homem mais velho, colecionador de antiguidades, com jeito carente, tem uma casa enorme somente para ele. Jonas completava 36 anos naquele dia do encontro, um homem desconfiado e cheio de pudores.

Os_Dois_e_Aquele_muro_04

Aos poucos vão trocando palavras, se soltando e se conhecendo. Partem para a casa de Lúcio, onde bebem Champagne para comemorar o aniversário de Jonas e assim começam os conflitos. Lúcio faz uma brincadeira de apagar a luz e ataca a sua presa, o Jonas. Essa cena de conflito é bem tensa e provocante… Fiquei pensando que é muito plausível acontecer algo do tipo nesses encontros “cegos”.

É uma questão super atual, pessoas se conhecem através de aplicativos de sexo e se encontram na casa de uma das pessoas já direto ao ponto. A texto de Ed Anderson aborda um pouco isso: “…sabores do desejo, sedução e alteridade, detrás de uma trincheira com dois safos competidores, porém sem vencedores ou vencidos”. Uma disputa de poder entre eles. A necessidade de vitória um sobre o outro, quem vai se dar melhor, quem vai sair por cima… Um jogo de sedução? O tema não seria gay em si, mas uma questão de relação humana entre dois indivíduos. O que esperar de uma pessoa que conheceu virtualmente baseada em seu “nickname” e fotos apresentadas?

Os_Dois_e_Aquele_muro_05

O Muro no caso é o que a própria pessoa erguiu em torno dela, para se afastar de outras pessoas. Construiu esse muro, empilhando tijolo por tijolo, ideia sobre ideia, histórico por histórico, desejo por desejo. Eles fazem um estranho pacto, envolvendo a sedução e a morte.

A peça tem a duração de 60 minutos e fica aí a questão de encontros casuais através de aplicativos. Um tema bem atual e divertido ver numa peça de teatro, quem sabe uma identificação própria com o ocorrido? As apresentações ocorrem de segunda a quarta-feira, às 21h, no Espaço dos Fofos, até 3 de Agosto!

Fotos de Bob Souza

Os_Dois_e_Aquele_muro_03

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.