[SETLIST] MARK RENTON (JAN/2017 – VOL.2)

A segunda setlist de 2017 é baseada no filme britânico Trainspotting, de 1996, dirigido por Danny Boyle e baseado no livro de mesmo nome de Irvine Welsh. Assisti esse filme ainda criança, e obviamente, por estar aqui é um dos meus filmes favoritos.

Lembro a primeira vez que assisti, com meus primos, nas eternas sessões de madrugada, quando víamos três filmes de uma vez só nas férias, bem nesse período, Janeiro, depois das festas em família, quando meus primos ficavam dias em casa. É um filme bem polêmico, sob o ponto de vista de um viciado em heroína, Mark Renton, interpretado por Ewan McGregor. E a cena da privada? Ele entrando nela para pegar o supositório de heroína? Ou  as eternas conversas de Sick Boy sobre 007, ou a entrevista de emprego de Spud? A pavorosa cena do bebê engatinhando no teto… Esse filme tem muita cena memorável, não canso de ver. Alias, sabe aquele filme que você já assistiu várias vezes e tem alguns diálogos pré-formados em sua mente e sem querer você solta no seu dia-a-dia? hehehe

Para as quinze faixas restantes de Janeiro (é uma faixa por dia, lembra a minha proposta para esse ano?), preferi músicas mais agitadinhas, com a pegada eletrônica, marca registrada do filme. Não é só batidão (que me dão sono), tá bem equilibradinho, gostoso de ouvir, com remixes no meio.

Abrindo a setlist ousei pegar três músicas da série da Netflix Sense8, do especial de Natal que liberaram no final do ano passado. Eu TIVE que colocar essas três músicas, são de arrepiar, pois é da cena de aniversário deles… Sério, reassisti essa cena várias vezes (que nem aquelas crianças que repetem a mesma brincadeira vezes e vezes). Outras faixas como Amazing, Pulse e Oblivion são as músicas que tenho ouvido muito esses dias e que fizeram parte de minha vida de certa forma (tocaram na balada por exemplo). GusGus, Stadiumx e a fodástica GREAT SPIRIT de Armin van Buuren são as grandes revelações dessa setlist. Esse último remix mistura cânticos indígenas com estrelas se despedaçando no céu, maravilhosa pra tocar numa rava ahahaha As duas últimas faixas são da trilha oficial do filme, na qual o famoso trecho versinho CHOOSE LIFE que Ewan McGregor tanto repete no filme virou um remixzão.

Descobri um jeito de mixar o finalzinho da música com o início da próxima faixa no Spotify, o setlist fica ininterrupto, é energia pura essa setlist, espero que gostem! Recomendo ouvir de manhãzinha, saindo da cama, indo pro trabalho, pegando trem, olhando as pessoas na rua e viajar hahahaha

Se juntar as 16 primeiras músicas de Janeiro de 2017 com esse setlist teremos as 31 músicas de Janeiro! Tô achando bem legal esse esquema, fica muito gostoso de ouvir, tem me incentivado a desenhar mais também. Mark Renton é representado por um Galo nesse Volume, pois entraremos no Ano Novo chinês justamente nesse signo! Tentei representar a pose de Ewan McGregor para Trainspotting, ele de braços cruzados, meio inclinado hehehe

MARK RENTON • Trainspotting
JANEIRO/2017 – Volume 2

01. Avicii – Feeling Good
02. Just a Band – Huff + Puff
03. Steve Aoki – Home We’ll Go (Take My Hand)
04. Mike Posner – I Took A Pill In Ibiza (Seeb Remix)
05. GusGus – Over
06. Stadiumx – Howl At The Moon
07. Armin van Buuren – Great Spirit (Extended Mix)
08. KAZAKY – Pulse
09. Grimes – Oblivion
10. Crystal Castles – Courtship Dating
11. R3hab / Shermatology – Living For The City
12. Axwell /\ Ingrosso – Sun Is Shining (W&W Remix)
13. Hi Fashion – Amazing
14. PF Project / Ewan McGregor – Choose Life
15. Underworld – Born Slippy (NUXX)

Duração da playlist: 1h10m



Playlist no Youtube:

chasefaster

chasefaster

Me chamo Edu D’Angelo, mais conhecido como Chase Faster! Nasci em Outubro de 1984 (Libra com ascendente em Libra) e sou um Proudly Nerd assumido! Sou apaixonado pelo universo Geek (Action Figures, Comics, Animes, Filmes dos Anos 80, Seriados antigos, Teatro, Circo, Exposições e Shows) e desde 2006, crio um Setlist mensal com as músicas que mais ouvi naquele mês. Dez anos depois, estou aqui relatando tudo o que venho vivenciado por São Paulo, com muita nostalgia oitentista.